Como fazer uma mini-horta na sua casa ou apartamento

Neste post do Jardineiro Amador, vamos dar dicas e ensinar o passo a passo para você saber como fazer uma mini-horta na sua casa ou apartamento.

Certamente todas as pessoas tem o desejo de cultivar seus próprios chazinhos e temperinhos verdes, de modo orgânico e saudável.

Assim sendo, com pouco trabalho e material muito simples, você vai poder fazer a sua hortinha orgânica de tal forma que vai ocupar muito pouco espaço.

Com toda a certeza você vai saber o passo a passo para montar a sua mini-horta caseira. Só para exemplificar, numa soleira de uma varanda ou janela, numa parede ou mesmo numa varanda sempre cabe uma mini-horta.

Da mesma forma, montar seu canteiro numa cantoneira ou canteiro de varanda, ou mesmo em vasinhos, não dá praticamente nenhum trabalho

Por outro lado, a manutenção também é muito prazerosa e simples, não exigindo muitos cuidados. Então, vamos ao passo a passo. Faça você mesmo a sua mini-horta em sua casa ou apartamento e vai ver que muito mais fácil do que imagina.

Mini horta no apartamento
Mini horta no apartamento

O que é preciso saber – dicas de como fazer uma mini-horta na sua casa ou apartamento

Em primeiro lugar é preciso definir o espaço e o local onde você quer montar a sua mini-horta em sua casa ou apartamento.

Em segundo lugar é preciso escolher o quê você vai usar para fazer a sua mini-horta.

Dessa maneira, sabendo as condições do local você pode escolher co18m maior assertividade os tipo de plantas que vai cultivar.

Só para exemplificar, se o local onde você vai montar a sua mini-horta for muito ensolarado e com muita ventilação, você vai poder ter um tipo de plantas.

Por exemplo, o tempo e o horário de exposição das plantas ao sol pode ser muito relevante e importante na hora de fazer as escolhas do que vai plantar.

O sol da manhã é benéfico para um tipo de plantas. Já o sol pleno pode ser excelente para outras espécie. E assim por diante…

Se pelo contrário, for um local sombreado e com pouca ventilação, as plantas que você vai cultivar deverão ser de outras espécies que se adaptem melhor a esse tipo de ambiente.

De tal sorte que é preciso bastante atenção e cuidado na escolha deste local de tal forma que seja um espaço onde as plantas possam obedecer a sua natureza

Observar esse detalhe, por certo, fará com as plantas se adaptem melhor e cresçam viçosas e saudáveis.

Em terceiro lugar é importante saber quais materiais você vai precisar usar.

Para saber como fazer uma mini-hora na sua casa ou apartamento você tem que fazer escolhas, conforme veremos adiante.

É hora de definir o que vai plantar nas mini-horta

Antes de mais nada é preciso saber o que se pretende plantar na sua mini-horta.

Ao mesmo tempo é importante saber se o que vai ser plantado se adapta ao local escolhido para instalar a mini-horta.

Então temos duas situações possíveis. Escolher as plantas de acordo com a sua adaptabilidade ao local; ou escolher o local de conformidade com a necessidade das plantas.

Sem esquecer que existem plantas bastante rústicas e resistentes que acabam por se adaptar com maior facilidade a vários ambientes desde que bem adubadas e hidratadas de modo adequado, ou seja: no tempo e na quantidade certa.

Assim que você definir o que quer plantar, procure conhecer um pouco sobre a natureza e os cuidados básicos de cada planta. Temos certeza que não será nada complicado.

Mini-horta de chás

Se acaso você tiver o hábito de tomar chás, muitas plantinhas podem ser facilmente cultivadas numa mini-horta em sua casa ou apartamento.

Neste sentido, é muito prazeroso você cultivar seus próprios chazinhos orgânicos ou mesmo medicinais.

É uma delícia poder colher suas próprias plantinhas para fazer um delicioso chá relaxante ao fim do dia, para aliviar algum desconforto físico momentâneo, ou até mesmo para um fim de tarde junto com um agradável relaxamento.

Existem várias plantas com reconhecidos poderes terapêuticos que são muito útil para termos em casa.

Só para ilustrar, podemos citar algumas que são muito fáceis de serem cultivadas em espaços bem pequenos e que de certa forma, se adaptam facilmente a vários ambientes.

São elas: hortelã, menta, sálvia, erva doce, alecrim, boldo, erva-cidreira, entre tantas outras.

Com o propósito de plantar, cultivar e colher seus próprios chazinhos orgânicos é que você pode se dedicar e se motivar para saber como fazer uma mini-horta na sua casa ou apartamento, não é mesmo?

Mini-horta de temperos e condimentos

Inegavelmente, a cada dia que passa, mais e mais pessoas se apegam a arte da culinária.

Para milhares de pessoas, cozinhar e preparar a própria comida, passou a ser um hobby e um dos passatempos prediletos. Quando não uma profissão.

Cada dia mais e mais conteúdo sobre culinária é produzido na internet, nos veículos de comunicação, na publicação de livros, produção de vídeos e na mídia de modo geral.

É provável que você ou alguém da sua família ou das suas relações pessoais também curta muito cozinhar.

Portanto, nada mais charmoso e saudável do que ter uma pequena horta doméstica e orgânica com temperinhos e condimentos em sua casa ou apartamento, não é mesmo?

Além do prazer e da variedade de cheiros, cores e sabores que caem bem em toda mesa, colher seus próprios nutrientes na hora de preparar seus pratos passa a ser um privilégio.

O modo de vida naturalista tem sido retomado como uma nova tendência do comportamento humano. Essa regra passa a valer para quase todo mundo que busca uma vida saudável.

Para desfrutar desse prazer é muito fácil. Ao mesmo tempo em que não se exige grandes sacrifícios, ter uma mini-horta caseira na sua casa ou apartamento, portanto, também é sinônimo de boa qualidade de vida!

Salsinha e cebolinha, tomilho, coentro, alfavaca, orégano, alecrim, manjericão e muitos outros temperinhos e cheirinhos verdes podem estar ao alcance das suas mãos sempre que você precisar em sua casa ou apartamento.

Os primeiros materiais para montar sua mini-horta na sua casa ou apartamento

De conformidade com a escolha do local, é hora de definir outros materiais que serão utilizados.

Só para ilustrar, se você for montar sua mini horta numa jardineira ou cantoneira fixa numa varanda de casa ou apartamento, sem dúvidas somente vai precisar da terra, adubos e das mudas.

Como dito, estes locais deverão estar em sintonia com as condições ideais que permitam a boa adaptação das plantas.

Do mesmo modo, se você optar por cultivar a sua mini-horta numa soleira de janela, com toda a certeza vai precisar também de vasos ou cachepôs.

Por outro lado, se for precisar de um aparador, certifique-se do tamanho para que os vasos possam ser acondicionados com segurança, na altura certa que facilite o manejo, as limpezas, adubações e as regas. Sem esquecer do peso que deverá suportar.

Com efeito, a escolha destes vasos e cachepôs precisam obedecer ao tamanho das plantas.

Antes de mais nada, é preciso saber que cada planta tem suas características. Umas precisam de mais espaço para enraizamento; enquanto outras necessitam de espaço para se alastrarem ou ramificarem.

Em contrapartida, como já referido, cada planta tem suas especificidades com relação a luz, água e componentes da terra. Algumas preferem solo mais seco, outras, terra mais úmida e assim por diante.

Apesar de parecer complicado, de modo geral, os chás e temperos verdes são de fácil cultivo.

Além do mais podem ser consorciados e plantados quase que obedecendo as mesmas condições desde que atendidas as necessidades básicas.

Então, não tem muito segredo quando se quer saber como fazer uma mini-horta na sua casa ou apartamento.

Que tal usar uma mini horta pronta para pequenos espaços?

Mini  horta em forma de piramide do jardineiro Amador
Mini horta em forma de piramide do jardineiro Amador

Existem várias formas de você fazer a sua mini-horta em sua casa ou apartamento. Uma boa solução é comprar um canteiro pronto, próprio para pequenos espaços.

Feito em madeira tratada, fácil de montar, pode ser instalado em uma varanda, num cantinho do quintal, em escolas, clubes e condomínios.

Encaixado em forma de pirâmide, de modo que um andar não interfere na luminosidade do outro.

Conheça o canteiro grande em forma de pirâmide do Jardineiro Amador e o canteiro pequeno em forma de pirâmide do Jardineiro Amador.

Talvez você tenha encontrado a forma mais fácil, barata, eficiente e rápida de ter a sua mini-horta em sua casa ou apartamento.

A escolha dos vasos para plantar chás e temperos orgânicos

Se você for fazer sua mini-horta em vasos, você pode usar vários materiais. Assim sendo, pode se valer de vasos de cerâmica, lata, plástico, porcelana ou mesmo garrafas pet.

No entanto, todos devem ter a mesma característica para que as plantas se desenvolvam bem e saudáveis.

Qual seja: devem ser furados para permitir o escoamento e o fluxo da drenagem da água, evitando o encharcamento.

Neste mesmo sentido, é muito recomendado que você coloque no fundo dos vasos uma camada de pelo menos 1,0 centímetro de pedrisco ou pedra brita, para o fim de ajudar na drenagem.

Os vasos podem ser colocados sob um aparador fixado na parede. Se acaso você preferir, ou de acordo com o seu espaço ou projeto paisagístico, podem ser pendurados ou fixados em paredes.

Seja como for, use a criatividade e não tenha medo de ousar.

E aqui vai uma dica bem legal: se você quiser, pode manter os temperinhos e os chás da sua horta caseira orgânica em vasos que sejam acondicionados dentro de cachepôs decorativos.

Mini horta na sua casa ou apartamento
Mini horta na sua casa ou apartamentoMini horta na sua casa ou apartamento

Da um efeito bem legal.

Além do mais, se necessitar, você pode ir mudando as plantas de acordo com a sua conveniência ou preferência, sem interferir na decoração do local.

Como preparar a terra para usar nos vasos

Inegavelmente quase todas as plantas tem uma necessidade comum: uma boa terra, rica em compostos orgânicos e que detenha os nutrientes necessários para o seu bom desenvolvimento.

Então, você pode usar a terra orgânica turbinada do Jardineiro Amador, que é de ótima qualidade. Além disso, pode adicionar vários produtos quando for preparar a terra para por nos vasos.

Só para exemplificar, um dos melhores e mais ricos adubos é o bokashi milagroso do Jardineiro Amador.

Esse produto contém mais de 100 micro organismos vivos que suprem todas as necessidades nutricionais das plantas da sua horta orgânica.

Do mesmo modo, se preferir, pode usar o húmus de minhoca do Jardineiro Amador, que é riquíssimo em nutrientes que vão dar muita saúde para sua hortinha orgânica.

A escolha das mudas para uma mini-horta na sua casa ou apartamento

Certamente a escolha das mudas é outro passo muito importante para que você saiba como fazer uma mini-horta na sua casa ou apartamento.

Assim sendo, você tem como primeira opção a mais fácil delas, que por certo é comprar as mudas prontas.

Busque em uma flora ou floricultura de confiança. Em muitas cidades essas plantas já são vendidas em grandes redes de supermercados.

Escolha sempre as mais bonitas e saudáveis.

Outras opções são fazer a propagação de mudas já existentes, seja por divisão de touceiras ou por estaquia. Algumas se propagam facilmente, enquanto outras nem tanto.

Por fim, pode optar por fazer semeadura, o que já exige um pouco mais de técnica e conhecimento.

Cuidados e manutençãocomo fazer uma mini-horta na sua casa ou apartamento

Embora não seja complicado ter uma mini-horta em sua casa ou apartamento, não se esqueça que você estará lidando com seres vivos.

Neste sentido, as plantas precisam de cuidados como limpezas constantes e frequentes das folhas e galhos secos e mesmo podas de ornamentação e/ou de crescimento.

Entretanto, para hortinhas pequenas, isso não exige mais que 5 ou 10 minutos por semana.

Assim também, devem ser feitas regas regulares. Na grande maioria, uma vez por semana é o suficiente. Sempre tendo o cuidado de não confundir generosidade com excessos.

Daí não encharcar os vasos é sem dúvida uma conduta certa.

Use o regador de bico fino do Jardineiro Amador para não se perder na quantidade de água.

Pulverizadores do Jardineiro Amador

Faça adubações e combata pragas na sua mini-horta

Assim que sua mini-horta estiver formada, nunca se esqueça da alimentação das plantas, que é feita sob forma de adubações mensais, pelas quais são repostos os nutrientes necessários para seus chás e condimentos.

Então, para isso, você pode usar o substrato fertilizante 3 em 1 do Jardineiro Amador, um poderoso adubo natural, que vai fortificar e fortalecer seus chazinhos e temperinhos. Use uma colher de chá bem cheia por planta que é o suficiente.

Finalmente, sempre que der uma passada pela sua mini-horta, veja se as plantas estão saudáveis, se não existem fungos, ácaros, pulgões ou cochonilhas.

Quando suas plantas estão doentes, é muito fácil de perceber. Para combater ou prevenir você pode usar o óleo de neem Puro do Jardineiro Amador que é um inseticida natural indicado para combater mais de 100 espécies de ataques de pragas e insetos.

Antes de fazer a sua mini-horta em sua casa ou apartamento, assista a esse vídeo que fizemos especialmente para ajudar você. Com toda a certeza, você vai gostar.

Sobre nós

Informações, dicas e técnicas sobre jardinagem amadora e de implantação, cultivo e manutenção de hortas orgânicas e pomares caseiros.

138,267FãsCurtir
51,000SeguidoresSeguir
308SeguidoresSeguir
288,000InscritosInscrever
* indicates required

Nossos Parceiros

Popular Populares