10 dicas para saber como plantar orquídeas

Neste texto o Jardineiro Amador vai dar 10 dicas para saber como plantar orquídeas.

1ª Escolha da espécie de orquídeas

Certamente quem quer plantar orquídeas precisa saber que essa é uma planta maravilhosa, que produz muitas flores com cores, tonalidades e mesmo perfumes variados.

Por consequência, existem centenas, senão milhares de espécies diferentes de orquídeas.

Dessa forma, antes de começar a saber como plantar orquídeas você deve escolher a espécie.

De fato, quase todas os tipos de orquídeas tem muitos cuidados de cultivo que servem para todas as espécies.

Mas, sem dúvidas, cada uma delas tem suas características próprias que você deve procurar conhecer, antes de começar a plantar.

Só para deixar claro, aqui no Blog do Jardineiro Amador temos vários posts sobre horta, pomar e jardim.

2ª Escolha bem o substrato para plantar orquídeas

Existem orquídeas terrestres, que são aquelas que desenvolvem raízes na terra, como por exemplo uma chamada de ludísia com suas folhas aveludadas.

Também existem orquídeas que não precisam de substratos.

Só para ilustrar as vandas são espécies de orquídeas que se pode chamar de aéreas.

As vandas não precisam de substrato.

Orquídea Vanda florida
Orquídea Vanda florida – Foto: Jardineiro Amador

A princípio a maioria das orquídeas vivem na natureza em galhos de árvores cheias de resíduos de folhas e cascas em decomposição.

Nestes locais elas agarram suas raízes para extrair nutrientes.

Entretanto, quando vamos plantar orquídeas em nossa casa ou jardim, o substrato para plantar orquídeas é essencial.

Só para ilustrar, um bom substrato deve procurar imitar o ambiente natural das orquídeas.

Em primeiro lugar o substrato para plantar orquídeas precisa facilitar a drenagem da água.

Por outro lado, um bom substrato para plantar orquídeas deve permitir não só a expansão como a fixação e aeração das raízes e auxiliando na nutrição da planta.

E acima de tudo a principal função do substrato é manter a planta sempre muito bem hidratada e do mesmo modo, impedir a desidratação.

Na verdade, um bom substrato deve ser um composto de materiais totalmente naturais e livres de produtos químicos e defensivos agrícolas

Como por exemplo: casca de coco, casca de pinus tratada e carvão vegetal,  

Todos esses e outros ingredientes você encontra no Substrato para Plantar Orquídeas do Jardineiro Amador.

3ª O recipiente adequado – 10 dicas de ouro para saber como plantar orquídeas

 Uma das 10 dicas para saber como plantar orquídeas é a escolha do recipiente.

Por certo muitas pessoas vão ficar surpresas ao saberem que o ideal é o cultivo ser feito em recipiente duplo.

Em outras palavras: um vaso para plantar a orquídea propriamente dito.

E outro que sirva como cachepô com função não só estética, mas também para retenção de água e expansão das raízes.

O vaso ideal para plantar pode ser de plástico ou de cerâmica.

Apesar de muito usado, os vasos de barro, argila ou terracota não são recomendados pois podem ser fontes de muitas doenças como fungos, ácaros e parasitas.

Procure vasos estreitos e com boa altura que diminui a superfície de contato com o ar e evita que o substrato resseque.

Seja como for o vaso onde a orquídea será plantado deve ter furos para excelente drenagem d’água.

Uma dica bem legal é colocar esse vaso dentro de um cachepô bem maior com cerca de 2 a 4 centímetros a mais de diâmetro e o mesmo espaço de profundidade.

Não use cachepôs muito fundos para não permitir que faça sombra para as raízes das orquídeas, o que pode causar podridão.

Desta forma o vaso ficará bem afixado permitindo a circulação do ar, a expansão das raízes.

Evite que o vaso fique no fundo do cachepô pois dessa maneira, neste espaço você poderá colocar um punhado de musgo.

Isso vai ajudar na fixação do vaso vai reter a sobra de água e ajudar na hidratação da planta.

No livro ABC das Orquídeas você encontra essa e muitas outras dicas bem legais para suas orquídeas.

Todo ilustrado, fácil de entender mesmo para quem quer começar a plantar.

Livro ABC das Orquídeas
Livro ABC das Orquídeas – Foto: Jardineiro Amador

4ª O local ideal na sua casa e jardim

Antes de tudo quando for plantar orquídeas você deve sempre procurar repetir em casa o mesmo ambiente que essas lindas flores encontram na natureza.

Seja como for, você deve lembrar que quase todas as espécies de orquídeas gostam de ter suas raízes expostas ao ar e a luminosidade que vem de cima, como ocorre na natureza.

Em outras palavras, você precisa ter um lugar ideal para que essas raízes possam se ficar expostas.

Ou seja, um local bem arejado e com ótima iluminação.

Dentre as 10 dicas de ouro para saber como plantar orquídeas certamente a escolha do local adequado é uma delas.

Para que as raízes e folhas das orquídeas não fiquem desidratadas ou sofram queimaduras.

Então, nunca deixe suas plantas expostas diretamente à luz do sol.

Com toda a certeza a luz indireta da proximidade das janelas, do fundo das sacadas e das claraboias é o ideal.

Do mesmo modo, é muito importante lembrar que a orquídeas tem origem tropical.

Mini orquídea em um vaso na parede
Foto do Jardineiro Amador – Mini orquídea branca florida

Dessa forma, gostam de atmosfera úmida.

Com efeito, especialmente em locais quentes e secos ou mesmo no inverno com a calefação ativada.

Você pode usar recursos como um bom umidificador de ar.

Pode usar bolinhas de argila expandida sempre úmidas no entorno do vaso.

5ª Cuidados com as regas

Inegavelmente um dos segredos para saber como plantar orquídeas é o das regas.

A forma certa de regar é o uso da moderação. Ou seja: nem pouco nem muito!

Na natureza as orquídeas geralmente vivem em ambientes abafados e úmidos.

Entretanto, nem as folhas, nem as flores nem muito menos as raízes vivem ensopadas de água.

Por certo, quando cultivadas em vasos, é preciso ter atenção para que as orquídeas não vivam mergulhadas em água.

Se acaso ocorrer o excesso de regas e o acúmulo de água vai acontecer o apodrecimento das raízes.

Por outro lado, a falta de água causa o ressecamento das raízes.

Ambos os cenários podem ser fatais para as orquídeas.

Então o cenário ideal são regas regulares sem encharcar. E como se faz isso?

A medida ideal é regar uma vez por semana na dose equivalente ao volume do vaso. 

Deixe substrato mergulhado nesta quantidade de água por até 1 hora, depois retire o excesso do cachepô.

Outra dica legal é mergulhar o vaso num pote ou balde com água sem, contudo, mergulhar as folhas.

Deixe o substrato drenar bastante a água, remova, deixe o excesso escorrer bem e recoloque no cachepô.

Se puder use água da chuva, ou sem calcário e evite molhar as folhas.

6º A hora das adubações – 10 dicas de ouro para saber como plantar orquídeas

Como todo o ser vivo, as orquídeas precisam de luz, água e boa nutrição.

No entanto, como são plantas relativamente sensíveis, não gostam de nenhum excesso.

Ao contrário, a regra de ouro para manter suas orquídeas viçosas, saudáveis e produzindo muitas flores, é saber fazer adubações moderadas.

Com o propósito de manter suas orquídeas saudáveis faça adubações regulares a cada 30 dias.

Para controle, se quiser, elabore uma pequena planilha para não se perder nos ciclos.

Se você quiser pode usar o Substrato Fertilizante 6 em 1 do Jardineiro Amador.

Orquídeas floridas com o Substrato Fertilizante 6 em 1 do Jardineiro Amador
Foto do Jardineiro Amador – Orquídeas floridas com o Substrato Fertilizante 6 em 1 do Jardineiro Amador

Use junto com o Bokashi Milagroso do Jardineiro Amador

Ambos contém todos os nutrientes para todas as fases e todos os ciclos das orquídeas.

A dose ideal é uma colher de sobremesa de cada um por vaso.

Ao fazer as adubações faça com delicadeza.

Evite que esses potentes fertilizantes naturais entrem em contato direto com as raízes para o fim de evitar reações.

No momento em que acabar de aplicar os adubos faça imediatamente a rega.

7ª Limpezas das folhas e flores

A princípio as orquídeas não têm uma época especial para floração.

Com efeito, podem produzir flores o ano todo e se bem tratadas e cuidadas.

As floradas podem acontecer mais de uma vez por ano.

Seja como for, as orquídeas são uma das plantas da natureza cujas flores duram mais tempo.

Surpreendentemente, quando bem cultivadas, as flores de algumas orquídeas podem durar por até 4 meses.

Porém, um dos cuidados muito importante é manter a planta sempre limpa.

Faça a retirada das folhas secas ou doentes.

Da mesma forma, as raízes secas ou apodrecidas precisam ser extraídas da planta.

Assim como as hastes florais ao final das floradas.

Com o fim de fazer essas limpezas utilize sempre uma tesoura afiada bem esterilizada.

Após fazer as limpezas leve o material retirado para longe.

Você pode passar canela em pó no local dos cortes para ajudar na cicatrização e evitar doenças.

8ª A troca de vasos

Depois que sua orquídea estiver bem cuidada e adaptada, é natural que ela cresça e se reproduza.

A reprodução varia de acordo com a natureza e características de cada espécie.

 
Geralmente uma vez que você perceber que o vaso onde sua orquídea está plantada ficou pequeno para seu tamanho, faça a troca para um maior.

Um bom indicativo é quando as raízes tomam toda a estrutura do vaso e mesmo começam a sair de forma intensa para fora.

Também é saudável, de tempos em tempos fazer a troca sempre que você perceber que o substrato perdeu a consistência e ficou esfarelado.

O tempo médio ideal é de três em três anos.

Faça essas trocas e limpezas de preferência nos meses com temperaturas mais amenas.

Evite o auge do verão e os períodos em que as orquídeas estiverem com flores.

9ª Doenças – Como evitar e como prevenir

Por certo você já está bem consciente que as orquídeas são bem sensíveis.

Mas isso não significa que não sejam resistentes a doenças e pragas.

Então, a boa notícia é que se você fizer a prevenção vai ser muito difícil sua orquídea adoecer.

E, se adoecerem e forem rapidamente tradas por certo irão se recuperar também de forma rápida.

Só para ilustrar, na grande maioria das vezes as orquídeas adoecem com consequência de erros na forma como são cultivadas.

De modo geral a princípio as orquídeas estão sujeitas ao ataque de ácaros, cochonilhas e piolhos vegetais.

Para prevenir ou tratar essas e outras pragas você pode pulverizar Óleo de Neem Puro do Jardineiro Amador junto com o Enxofre 55% do Jardineiro Amador.

A dose indicada é de 2 ml de cada um por litro de água.

Aplique com um pulverizador com o leque bem aberto para que as gotículas saiam quase em forma de vapor.

Use nas folhas, substrato e raízes.

Ou, se preferir pode passar um pano levemente umedecido com essa mistura nas folhas.

Aplique em dias secos, sempre à noitinha.

Por certo você pode fazer um teste numa folha antes para ver a reação da orquídea.

10ª –  Ferramentas e equipamentos10 dicas para saber como plantar orquídeas.

Uma vez que você queira cultivar suas orquídeas vai precisar de muito pouco equipamento.

Por certo esses equipamentos são muito fáceis de serem adquiridos e baratos.

O ideal é ter um regador de bico fino para fazer as regas.

Sem dúvida ter um Pulverizador é muito útil e necessário.

Além disso, a Tesoura de Poda Inox do Jardineiro Amador é essencial e necessária.

Se acaso você quiser saber mais dicas e detalhes de como cultivar orquídeas, pode acessar nosso canal no YouTube.

Temos uma área de membros, com cursos e com conteúdo exclusivo.

Se associe!

Temos vários vídeos bem legais sobre essa maravilhosa planta e suas lindas flores.

E se quiser comprar nossos produtos basta acessar a Loja do Jardineiro Amador

Lá você encontra tudo o que precisa para cultivo de orquídeas.

Finalmente, venha fazer parte da Comunidade do Jardineiro Amador, Plantando Amor no WhatsApp dando um alô para nós (47) 99652-0019.

Siga nossas mídias sociais no Facebook, Instagram e Pinterest.

Assista a vídeo sobre orquídeas no nosso Canal no YouTube

Como fazer as orquídeas darem fores

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sobre nós

Informações, dicas e técnicas sobre jardinagem amadora e de implantação, cultivo e manutenção de hortas orgânicas e pomares caseiros.

138,267FãsCurtir
51,000SeguidoresSeguir
617SeguidoresSeguir
288,000InscritosInscrever
* indicates required

Nossos Parceiros

Popular Populares