Início Flores e Plantas Por que você deve saber cultivar sua horta, pomar ou jardim?

Por que você deve saber cultivar sua horta, pomar ou jardim?

Neste post do Jardineiro Amador você vai saber por que você deve saber cultivar a sua horta, pomar ou jardim?

Você ou alguma pessoa próxima está planejando uma nova fase da vida? Talvez uma mudança de hábitos para adotar alimentação saudável? Ou começar um novo hobby? Dar uma (re)decorada na casa ou apartamento? Quem sabe ocupar o tempo livre de aposentadoria? Ou até achar algum motivo para enfrentar uma depressão? Já pensou em fazer uma horta, pomar ou jardim?

Pode ser exatamente isso que você estava procurando para si, seus pais, avós, amigos ou familiares. Que tal ler esse post, então, com toda atenção?

O alerta para a vida saudável

Primeiramente, é inegável que as pessoas a cada dia mais tem procurado viver a vida com mais qualidade. Neste sentido, existem muitas novas formas de encarar o modelo de vida.

Até poucos anos atrás é provável que você nunca tenha ouvido falar em minimalismo, em veganismo, em macrobiótica ou em intolerância a lactose.

Inegavelmente a humanidade passa por uma grande transformação nos seus comportamentos e nos seus comportamentos.

Com toda certeza, essas mudanças são reflexos de vários avanços, que tornaram a vida mais fácil, como por exemplo, o advento da tecnologia, novas descobertas científicas, facilidade de acesso aos meios de comunicação por meio das mídias sociais, entre tantas e tantas outras novidades.

Dessa forma, os seres humanos tem a perspectiva de viverem mais e com melhor qualidade de vida. E esse é um desejo que é quase uma unanimidade.

Está certo que essa não é uma premissa que se aplica a todas as pessoas em todos os países e a todas as classes sociais. Ainda assim, essa é uma realidade que tende a ser ampliada a cada dia.

Então, em contra partida, os seres humanos começaram a buscar um modo de vida que seja saudável.

Por quê você deve saber como cultivar uma horta, pomar ou jardim. Foto de um recanto bucólico de um jardim com hortinha e um banco para contemplação.
Por-que-você-deve-saber-cultivar-a-sua-horta-pomar-ou-jardim-jardim-com-hortinha- Foto: Jardineiro Amador

Dados sobre a longevidade

Em todos os países do mundo, há um fenômeno demográfico que se repete. As pessoas estão vivendo mais. A projeção até o ano 2030 é que taxa média de vida dos seres humanos possa atingir facilmente os 85 anos.

De outro lado, em quase todas as estatísticas, está decrescendo a taxa de natalidade.

Sobretudo no Brasil, em uma década, teremos um acréscimo significativo da população com 65 anos ou mais.

Outro dado muito interessante, é que as mulheres tendem a viver mais que os homens.

De tal forma que, o que está projetado para 2030 em nosso país é que para cada 100 mulheres com 80 anos ou mais, existam somente 82 homens com a mesma idade.

Casa de Pássaro

Em conclusão, teremos uma grande população de idosos, sendo que a maioria serão mulheres.

Por certo, quando chegar o ano de 2030, teremos mudado o conceito de velhice que até uma década passada, era tida como iniciada aos 60 anos. Sem dúvidas, esse marco já não existe mais. As pessoas de 60 anos atualmente, são as pessoas de 50 anos ou menos de dez anos atrás.

Dessa forma, a sociedade como um todo, deverá se adaptar a esses novos conceitos, ou seja, deveremos estar preparados para uma grande massa de pessoas que vai ter que buscar uma forma de se tornar útil, de ter uma atividade e de se manter integrada no contexto das relações sociais.

Em outras palavras, o amanhã está logo ali, com uma realidade diferente de tudo o que nós vimos e conhecemos até hoje.

Os reflexos do envelhecimento no dia a dia da população

De acordo com a nova realidade, a palavra que define a idade de uma pessoa não deverá mais ser “velho”. Sem dúvidas, o passar do tempo vai ser percebido em cada um, mas os reflexos da velhice também serão atenuados.

Por isso, homens e mulheres de idade, tendem a ter a cada dia que passa, uma perspectiva de longevidade associada à qualidade de vida.

Dessa forma, homens e mulheres de 80 anos ou mais, terão acesso a atividades as mais diversas, que seriam impensáveis às pessoas dessa idade há duas ou três décadas passadas.

Dai o motivo de respondermos a pergunta: por que você deve saber cultivar sua horta, pomar ou jardim?

Para podermos ter uma atividade que complete nosso tempo, nos tornando úteis, saudáveis e integrados aos novos conceitos que unem as pessoas de todas as idades.

Independente da idade que temos agora, portanto, é hora de começarmos a pensar nessa possibilidade, nos automotivando, ou incentivando pais, avós, amigos, ou pessoas que possam adotar esses hábitos saudáveis de convívio com a natureza.

A mudança de hábitos que leva a uma vida saudável

Antes de tudo é cada dia mais frequente e intenso o sentimento geral, de que uma das formas de darmos razão para a nossa existência, é estarmos próximos da natureza, fazendo as coisas com simplicidade.

Até pouco tempo os seres humanos passaram séculos buscando acumular bens que garantissem uma velhice tranquila. Foi a corrida pelo ter.

Contudo, isso vem mudando. Uma pesquisa entre jovens americanos entre os 18 e os 22 anos, mostra que caiu em mais de 30% o interesse na aquisição de um automóvel próprio, por exemplo.

E por que isso? Pelas facilidades que a modernidade trouxe, como por exemplo: a qualidade dos transportes públicos, os aplicativos de celular, o compartilhamento de veículos, os patinetes elétricos, entre outros fatores.

Substrato para Plantar Cactos e Suculentas

Do mesmo modo, em quase todas as embalagens de bens de consumo, encontramos as informações nutricionais, o que inegavelmente, permite um grande controle do que escolhemos e queremos comer.

Só para ilustrar esse ponto, as pessoas também estão a cada dia mais comprometidas com comportamentos de proteção ao meio ambiente e causas sociais.

Pesquisas revelam que os consumidores tendem a preferir marcas que tenham clara identificação com o respeito ao meio ambiente, reciclagem de produtos ou um balanço social perceptível em suas condutas comerciais.

Da mesma forma, estão em voga conceitos como “governança corporativa” e “compliance” que passam a ser impulsionadores das relações de fornecedores com consumidores em todo o mundo.

Contudo, nada é mais visível e nem impactante do que a busca por alimentos orgânicos.

Daí, estar sintonizado com essa onda é se manter vinculado a uma conduta social inclusiva e agregadora, obtendo uma satisfação pessoal, acrescida de um comportamento que é admirável no contexto das relações interpessoais.

A onda do orgânico veio para ficar

Vamos fazer umas contas. Até o final do século XX a distribuição geográfica do Brasil mostrava que significativa massa populacional vivia em regiões agrícolas, onde os hábitos eram de acordo com o que se convencionou chamar de “vida no campo”.

Posteriormente, as cidade do interior foram crescendo, atraindo novas formas de comportamento.

Em contrapartida, muitas pessoas deixaram o interior e se deslocaram para os grandes conglomerados urbanos, em busca de formação profissional, emprego ou melhora da qualidade de vida e da renda.

Apesar desses movimentos migratórios, hoje já se pode dizer que as diferenças de costumes entre os grandes centros urbanos e a cidades de pequeno ou médio porte (sobretudo que vivam da agricultura) passou a ser muito pequena.

De fato, o que se encontra nas cidades grandes também é facilmente encontrável, como regra geral, nas pequenas cidades.

Então o padrão de vida, os meios de consumo e os hábitos se tornaram muito parecidos.

Em contrapartida, houve uma convergência quase que unânime em todas as regiões e cidades, classes sociais, idades e gêneros: é a onda orgânica!

Onda orgânica essa, que é provável esteja só começando!

Cada dia mais pessoas buscam alimentos produzidos com insumos naturais.

De tal forma que nas gondolas dos supermercados, nas feiras livres e mesmo na internet, já encontramos em quase todas as cidades brasileiras, o setor dos produtos orgânicos.

Em países europeus e nos EUA existem mercados gigantescos de produtos orgânicos, os mais variados possíveis, que atendem a uma demanda cada dia maior de consumidores de todas as idades.

Foto de um canteiro com mudas de rúcula organicamente cultivadas.
Por-que-você-deve-saber-cultivar-a-sua-horta-pomar-ou-jardim-horta-orgânica – Foto: Jardineiro Amador

A longevidade quer qualidade de vida – e a qualidade de vida leva à longevidade

A equação que teremos pela frente é muito fácil de ser percebida.

Em primeiro lugar, quem vai viver mais, quer viver com saúde. De nada adiante ficar envelhecer cercado de doenças. Então, com o intuito de ter uma boa saúde, as pessoas estão buscando modos saudáveis de vida: se alimentando melhor, adotando hábitos da prática de exercícios e atividades físicas, reduzindo peso e buscando integração com a natureza.

Em segundo lugar temos duas realidades: quem vive mais não pode fugir das limitações que a idade traz na fisiologia humana; nem pode deixar de enfrentar as mudanças psicológicas que ocorrem no emocional de cada uma.

Com toda a certeza cada um de nós tem a sua memória afetiva. E a tendência de quem vive mais, é buscar retomar com a chegada dos anos, os bons momentos que viveu na infância e juventude.

Daí que cada dia mais pessoas que se criaram na simplicidade das cidades pequenas que se transformaram em grandes centros urbanos; ou que deixaram as pequenas cidades em busca da cidade grande, buscarem o resgate dos hábitos saudáveis de então.

O chazinho das folhas verdes colhidas na hora na horta, o ovo caipira, as verduras, frutas, hortaliças sem agrotóxico. As flores que eram tão comuns nos quintais e nas varandas.

Parece lúdico, mas não é?

Em terceiro lugar, o mesmo sentimento de resgate está no íntimo de quem nunca viveu essa vida simples. Ou seja, quem nasceu na cidade, sonha em ter a vida e os hábitos modestos e saudáveis de quem vive no campo.

Milan Kundera descreveu esse sentimento muito bem, na sua obra prima literária “A Insustentável Leveza do Ser”.

Então agora sabemos a resposta para a pergunta: Por que você deve saber cultivar sua horta, pomar ou jardim?

Simultaneamente a essas novidades, temos alguns reflexos dela. Se vamos viver mais, também vamos prorrogar as nossas atividades profissionais. Ou, teremos que encontrar novas formas de ocupar nossas vidas, dando sentido à existência.

Mas um dia, a aposentadoria chega. De maneira idêntica, haverá uma hora em que podemos cansar das nossas atividades corriqueiras. Então será o tempo de mudar de vida e de escolher uma nova atividade.

Quem já não viu ou sentiu isso em si mesmo e/ou num membro da família, num amigo ou num colega de trabalho?

E quando isso acontece, a grande maioria das pessoas ainda está saudável e com muitos anos de vida útil. Mas enfrenta um dilema: não sabe o que fazer!

Então por que não começar uma horta, pomar ou jardim?

Não raro vemos pessoas que entram em verdadeira crise existencial, quando não em depressão, de tal sorte que se sentem úteis, sem contudo poderem se fazer uteis.

Que dilema, não é mesmo?

Então vem a resposta do por que você deve saber cultivar sua horta, pomar ou jardim?

Quem cultiva uma horta, pomar ou jardim, nunca estará sozinho, posto que sempre terá a companhia de seres vivos entrando em sintonia e estando em conformidade com a natureza.

De maneira idêntica, quem planta suas flores, frutas, verduras e hortaliças encontra uma ocupação que é ao mesmo tempo absolutamente saudável e que pode ser partilhada no entorno da teia social de relacionamentos: família, amigos, vizinhos, clubes, igreja, condomínio, etc.

Do mesmo modo, o cultivo de uma horta, pomar ou jardim exige muita responsabilidade e comprometimento, o que torna a atividade bastante intensa e não rotineira.

Por isso, o tempo não é jogado fora, uma vez que em resposta aos cuidados e à atenção, em pouco tempo brotarão as flores, surgirão os frutos, as verduras e as hortaliças.

Você já pensou nessa ideia? E quem sabe ela não seja uma opção para alguma pessoa próxima? Pai, mãe, avô, avó. Enfim, alguém que tenha ânimo mas não sabe onde despejar suas energias!

Plantar uma horta, pomar ou jardim é muito fácil – basta começar

Inegavelmente, cultivar plantas, frutas, hortaliças, verduras e flores em sua casa e jardim é uma das maneiras que as pessoas encontram de ter uma ocupação, um divertimento, uma responsabilidade e um grande prazer.

Dessa maneira, estando ocupadas, as pessoas vivem com mais qualidade de vida. Se divertindo, se sentem ativas. Tendo responsabilidade, se sentem úteis.

E, quando vem o resultado do trabalho com as floradas nos seu vasos e canteiros, então vem uma explosão de alegria.

Esses mesmos sentimentos se repetem quando um pomar produz frutas saudáveis e orgânicas. Ou, quando se pode colher verduras e hortaliças na horta, tudo muito natural.

E o que dizer, do enorme prazer de tomar um chá que a gente mesmo plantou, não é mesmo?

No entanto, muitas pessoas não começam por terem a falsa impressão de que não conseguem. Ou o que é pior ainda, terem o sentimento de que esqueceram os conceitos lá de trás, de quando viviam a vida simples.

Para começar, não precisa muito espaço nem de grandes projetos ou de movimentos complexos. Nem muito menos de investimentos pesados. É tudo muito barato, fácil e acessível. O melhor: os resultados aparem rápido!

Comece com uma hortinha de chás e temperos caseiros. Você faz em uma tarde…

Fotos de uma pitangueira carregada de frutos maduros.
Por-que-você-deve-saber-cultivar-a-sua-horta-pomar-ou-jardim-pitangas-maduras – Foto: Jardineiro Amador

O incentivo que faltava para você fazer uma horta, pomar ou jardim

O que falta para muitas pessoas começarem alguma atividade nova, é só um incentivo.

E, para dar início a uma vida saudável não tem idade. Qualquer pessoa, desde crianças a idosos, pode se perguntar por que você deve saber cultivar sua horta, pomar ou jardim?

E para todos a resposta será a mesma: para melhorar a qualidade de vida.

Nas crianças, incentiva o hábito. Nos adultos e idosos, entretêm!

Ao propósito, muitas vezes encontramos pessoas idosas que são solitárias. Em sua grande maioria as mulheres passam por esse problema mais que os homens. Lembram das estatísticas acima referidas?

E o que falta para que comecem, talvez seja só um incentivo. Um empurrãozinho!

O Jardineiro Amador foi concebido com o propósito de ajudar nesse começo!

Dessa forma, se você quiser pode dar o primeiro passo…

Do mesmo modo, você pode identificar alguém (de todas as idades) perto de você e incentivá-la(o) a nesse novo hábito.

Procure bem, que você vai achar mais rápido do que imagina. Olhe a seu lado…

A razão de ser do Jardineiro Amador

Dessa maneira, visando fazer tudo com muito amor e simplicidade foi que criamos o Jardineiro Amador.

Como resultado, também criamos um site onde vendemos produtos orgânicos tais como substratos para plantar, substratos fertilizantes para adubar, vasos, inseticidas, e muitos outros produtos que são próprios para quem quer ter uma horta pomar ou jardim em sua casa ou apartamento.

Acima de tudo, essa é a filosofia do Jardineiro Amador: ajudar as pessoas a cultivarem sua horta, pomar e jardim orgânicos.

Em outras palavras, fazer com nossos amigos e amigas retomem o contato direto com a natureza e usufruam das delicias que ela nos proporciona, trazendo benefícios físicos (já que possibilita uma vida saudável) e emocionais (já que traz alegria e entretenimento).

Em contrapartida, muitos dos nossos amigos e amigas em alguma fase da vida já tiveram contato direto com a natureza podem voltar a tê-lo.

E o outros e outras gostariam de ter, mas não sabem como começar agora tem um lugar onde podem aprender, de forma muito simples, os primeiros passos.

Os vídeos do Jardineiro Amador

A fim de ajudar essas pessoas que sempre demonstravam interesse em saber como e por que você deve saber cultivar sua horta, pomar ou jardim? começamos a gravar nossos vídeos. Tudo muito simples, com linguagem direta, sem rodeios.

Depois, com a finalidade de ajudar, criamos páginas no Facebook e no Instagram, que cresceram organicamente de forma muito rápida, o que demonstra o interesse pelo tema.

Em seguida, como já referido, montamos um pequeno site com os insumos e produtos básicos que vão ajudar quem quer começar ou manter uma horta, pomar e jardim orgânico.

Logo após, criamos o Blog do jardineiro Amador, com muitos artigos e dicas ensinando o passo a passo para plantar, cuidar e colher na sua horta, pomar e jardim.

Faça uma visita na nossa loja e nas nossas mídias sociais.

Se acaso tiver dificuldades, peça para alguém da família ou alguma amiga ou amigo ajudar.

Depois de aprender, você vai ver que é super fácil e divertido.

De tal forma que depois de começar, você vai ver como é legal ter uma planta para chamar de sua.

E se por acaso você identificar em sua família, ou teia de relacionamento social, alguém que se identifique com os nossos propósitos, compartilhe com essa pessoa esse artigo.

Então, de agora em diante, podemos dizer: estamos juntos!

Assista a um dos nossos vídeos e veja como são feitos com muito carinho e simplicidade!

Vídeo ensinando a fazer uma horta orgânica caseira

Sobre nós

Informações, dicas de técnicas e equipamentos sobre jardinagem amadora e de implantação, cultivo e manutenção de hortas orgânicas e pomares caseiros.

109,937FãsCurtir
46,106SeguidoresSeguir
109SeguidoresSeguir
280,000InscritosInscrever